Mortos, mortos, mortos • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 01 de dezembro de 2006

Mortos, mortos, mortos

Estocado em Goiabas Roubadas

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Dead, dead, dead, Juan Schwartz e coro de crianças de South Park | Clique no triângulo para ouvir

 

Do fascinantemente ofensivo álbum de Natal da série animada South Park, uma reflexão jubilosa sobre – digamos – a transitoriedade da vida:

Morto, morto, morto,
Um dia você estará morto
Mortos, mortos, mortos,
Um dia estaremos todos mortos

No minuto em que nascemos começamos a morrer
Morremos a cada dia um pouco mais
Jovem ou velho, rico ou pobre,
Não há nada que possamos fazer para evitar.
Por isso olhe longamente para essa árvore de Natal,
Pode ser a última que você vai ver
Decore sua casa com verde e carmim,
porque um dia você estará morto

Morto, morto, morto,
Um dia você estará morto
Mortos, mortos, mortos,
Um dia estaremos todos mortos

Pode acontecer daqui a alguns meses
Ou daqui a 50 anos
Mas não importa quando aconteça
Vai parecer cedo demais pra você.
Por isso certifique-se de nesta véspera de Natal
Ao aconchegar-se na cama
Agradecer a Deus por sua família
Pois um dia eles estarão mortos

Mortos, mortos, mortos,
Um dia eles estarão mortos
Mortos, mortos, mortos,
Um dia estaremos todos mortos

Quem sabe quantos Natais
Restam nas curtas vidas deles?
Ninguém sabe, é o que estou tentando dizer!
Desfrute deles enquanto puder.
E assim, na manhã de Natal
Deixe boas novas encherem seu coração:
Que estação festiva!
Um dia você estará morto

Mortos, mortos, mortos,
Um dia estaremos mortos
Morto, morto, morto,
Todo mundo que você conhece: morto

Um Natal muito feliz pra você
Morto, morto, morto

Feliz Natal, pessoal!

* * *

Dead, Dead, Dead, someday you’ll be dead
Dead, Dead, Dead, someday we’ll all be dead

The minute we’re born, we start dying,
We die a little more every day.
Young or old, rich or poor,
There’s nothing we can do to stop it.
So look long at that Christmas tree,
It may be the last one that you see.
Decorate your house in green and red,
‘cos someday you’ll be dead

Dead, Dead, Dead, someday you’ll be dead
Dead, Dead, Dead, someday we’ll all be dead

It might happen in a couple months
Or 50 years from now.
But no matter when it happens
It will seem too soon to you.
So be sure on Christmas eve
When you snuggle into bed.
That you thank God for your family
‘cos someday they’ll be dead

Dead, Dead, Dead, someday they’ll be dead
Dead, Dead, Dead, someday we’ll all be dead

Who knows how many Christmas’s
Are left in their short lives?
Nobody knows, that my point!
Enjoy them while you can.
And so on Christmas morning
Let good tidings fill your head.
What a festive season,
Someday you’ll be dead

Dead, Dead, Dead, someday we’ll be dead
Dead, Dead, Dead, everyone you know, dead

A very Merry Christmas to you!
Dead, Dead, Dead…

Merry Christmas, everybody!

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas tem o direito de ficar calada