Realidade virtual

Este documento contém recursos que só podem ser vizualizados na página da Bacia na internet.

[1] Quando a janela abaixo estiver carregada, clique no retângulo no canto inferior direito da imagem para ver em tela inteira (altamente recomendado).
Para sair do modo tela inteira use a tecla ESC no canto superior esquerdo do seu teclado

[2] Clique na imagem e arraste para os lados, para cima e para baixo. Use também o botão de rolagem do mouse.

[3] Veja outros panoramas virtuais no sáite viewat.org.

Os blogs do eterno retorno

Há alguns dias o Lou, precipitadamente como em tudo que faz, agraciou a Bacia com o Thinking Blog Award – o prêmio de Blog Pensante. Como se sabe, não tenho a fibra moral de passar adiante corrente alguma, mesmo as mais generosas e lisonjeiras, porém a gentileza do Lou não deve passar em brancas nuvens.

O Thinking Blog Award foi idealizado para promover “a divulgação de blogues que nos fazem pensar, que nos transmitem ideias, pensamentos…” Forçado a pensar nisso, tive de reconhecer que não tenho verdadeiro interesse por sáites pensantes no sentido mais estrito do termo. Minha verdadeira paixão (na net e em Continue lendo →

“Araucaria brasiliana” na Flora brasiliensis

Flora brasiliensis

Flora brasiliensis

Flora brasiliensis

O pinheiro-do-paraná, com grinfas, pinhas e pinhões, conforme descrito na obra Flora brasiliensis, produzida entre 1840 e 1906 pelos editores Carl Friedrich Philipp von Martius, August Wilhelm Eichler e Ignatz Urban, com a participação de 65 especialistas de vários países. Flora brasiliensis contém tratamentos taxonômicos de 22.767 espécies de angiospermas brasileiras, reunidos em 15 volumes, divididos em 40 partes, com um total de 10.367 páginas. Até hoje a Flora brasiliensis, que recebeu apoio financeiro do Imperador Ferdinando I da Áustria, do Rei Ludovico I da Baviera e do nosso Continue lendo →

Agência Eureka

Uma das primeiras coisas que aprendi lendo Borges é que os bons livros tem a extraordinária virtude adicional de indicar outros bons livros e autores. A excelência é generosa e aponta sempre para fora.

Os sáites da internet têm, naturalmente, o mesmo defeito e a mesma virtude. A oferta é tanta que fica difícil garimpar a excelência; mas basta encontrar uma única pérola para encontra o mapa do tesouro.

O notabilíssimo Giornale Nuovo apresentou-me, por exemplo, ao vertiginoso BibliOdissey, que por sua vez conduziu-me à indecifrável Agência Eureka, que estou indicando agora.

Nada sei sobre a Agência, a não ser que é pilotada Continue lendo →

Sv. Ekateriny e mais do Brasil na Biblioteca Pública de Nova Iorque

Clique para ampliar

Clique para ampliar
Construção da estrada de ferro Madeira-Mamoré (1909-1912)

Clique para ampliar
Venda em Recife – Rugendas, cerca de 1830

Clique para ampliar
Cães espanhóis chacinando índios brasileiros – século XVI

Clique para ampliar
Um profeticamente traiçoeiro Brasilien – século XVII

Clique para ampliar
Lagôa do Rio de Janeiro, Paõ de Asucar ao fundo – 1825

Clique para ampliar
Fruits du Brésil – Debret, cerca de 1820

Clique para ampliar
Vila Nostra-Sen’ero-del’-Destero em Sv. Ekateriny
(leia-se Florianópolis) – século XIX

Clique para ampliar
Desembarque da princesa Leopoldina no Rio de Janeiro – cerca de 1820

Continue lendo →

Clique para ampliar
Cena de carnaval com pré-histórico Continue lendo →

O bibliotecário de Babel

No conto A Biblioteca de Babel, de Jorge Luis Borges, o universo é uma infinita biblioteca em que os livros que vale à pena ler são tão exuberantemente raros que os bibliotecários dedicam suas vidas a encontrá-los e catalogá-los.

Tadeu Glowacki

Clique para ver mais

Fotógrafo notável de paisagens paranaenses. Paisagens aqui e marinhas aqui.

Também aqui e aqui.

Todas as aventuras do Garoto Guerra nas Estrelas

Há não muito tempo, na galáxia menos distante, um rapaz gordinho de 15 anos do Quebec filmou a si mesmo, com a câmera de 8mm do estúdio da sua escola, fazendo com um bastão manobras que imitam as coreografias do perverso Darth Maul em A Ameaça Fantasma. O rapaz, chamado Ghyslain, esqueceu a regra fundamental das aventuras privadas que você pretende manter secretas: não faça. Se fizer, não filme. Se filmar, apague.

Ele não apagou.

Seis meses depois um amigo de Ghyslain encontrou o filme e achou que seria engraçado codificar o vídeo e colocá-lo na internet. Como resultado o rapaz do filme, hoje conhecido como Star Wars Kid [Garoto Continue lendo →

INSS – See you later, amigo

O piloto comercial Henk van Rensbergen, que comanda o sáite abandoned-places.com, tem como todos deveriam ter uma respeitosa fascinação por lugares abandonados. Conforme atestam todas as histórias de casas mal-assombradas, o abandonado pode mostrar-se infinitamente mais sombrio e ameaçador do que o simplesmente inóspito e desabitado.

A paixão de van Rensbergen já levou-o a lugares mais mal-assombrados do que ele jamais poderia sonhar; prova disso é a série de fotografias que registram sua visita a um prédio abandonado do INSS na cidade de Recife.

Para ver as quatro páginas de fotos, comece aqui Continue lendo →

Norman Rockwell

Mesmo antes que Hollywood deslanchasse o seu competente ministério de propagação do Evangelho Americano, o ilustrador Norman Rockwell já pintava uma deliciosamente idealizada imagem dos Estados Unidos – uma imagem tão contundente que ficou impregnada em gente que nunca pisou por lá.

As pinturas de Rockwell, que (não se iluda) já eram nostálgicas quando foram pintadas, celebraram e solidificaram temas que se tornaram ícones do ideal norte-americano – a liberdade de expressão, o jantar de Ação de Graças, a glorificação do trabalhador, a Continue lendo →

Thank you for being suck a good friend

Excruciatingly funny bad English at the engrish.com site.

One of my favorites:

Please keep chair on position & Keep table clean after dying. Thanks for your corporation.

Be sure to check Engrish From Other Countries.


Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas provavelmente discorda de você também nesse ponto