Campanha de desautomobilização • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 02 de agosto de 2005

Campanha de desautomobilização

Estocado em Manuscritos · Política

Creio que foi o Ivan quem me abriu os olhos sobre o assunto quando disse que carteira de motorista equivale a porte de arma.

E faz todo sentido: em 2003 a Organização Mundial da Saúde divulgou que o trânsito mata quatro vezes mais pessoas do que as guerras. Na verdade, nada mata mais no mundo do que os ferimentos causados por acidentes de trânsito Antes do desarmamento deveria vir a desautomobilização.(em segundo lugar no ranking das causas de morte fica, significativamente, o suicídio; em quinto os envenenamentos, as guerras em sexto).

Embora o número de veículos automotores seja maior nos países desenvolvidos, quase 90% das mortes causadas por acidentes automobilísticos acontecem nos países em desenvolvimento.

Tendo em vista a sereníssima e recente legislação que preconiza o desarmamento da população civil, considero pertinente dar-se início a uma campanha paralela de desautomobilização da sociedade brasileira.

Creio que o governo deveria, antes de se importar com ninharias como as armas de fogo, dar prioridade a recolher de forma imediata e compulsória todos os carros, motocicletas, caminhões e demais veículos automotores. A nova lei deveria proibir o porte de automóveis por civis, com exceção para casos onde há ameaça à vida da pessoa. Antes do desarmamento deveria vir a desautomobilização.

Se tudo acontecer como prevejo, somente poderão andar motorizados os responsáveis pela garantia da segurança pública, integrantes das Forças Armadas, policiais, agentes de inteligência e agentes de segurança privada. E civis com porte concedido pela Polícia Federal.

Quem for pego motorizado sem o porte de veículos será preso. O porte ilegal será crime inafiançável. Só pagará fiança quem for pego portando veículo de uso permitido e estando registrado em seu nome. Se o porte ilegal de veículo for de uso restrito, além de ser crime inafiançável, o réu não terá direito à liberdade provisória. O mesmo tratamento terá quem praticar o comércio ilegal e o tráfico internacional de veículos automotores.

Os automóveis apreendidos ou entregues pela população serão destruídos pelo Comando do Exército.

Sou da paz, e devagar se vai longe.

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas pode causar dependência. Procure um grupo de apoio na sua igreja